Clockwork Boys LP A Dor Passa ... O Odio Fica

[ NL TFRLP033 ] Clockwork Boys LP A Dor Passa ... O Odio Fica
In stock
SKU
DW TFRLP033
€14,50
Banda de street punk rock'n'roll de Lisboa, nascida em Janeiro de 2005 e que rapidamente deu início às hostilidades com a edição de uma demo CD de 2 temas em Fevereiro desse ano. A formação inicial contava com Jay Cobra (voz), Dr.Ray Ban (baixo), Zé Abutre (guitarra, também elemento dos The Sadists, Dawnrider, Subcaos e Savage City Outlaws) e Maozinhas (bateria). Diversas mudanças no line-up do projecto tiveram como consequência algumas alterações na sua sonoridade, tendo esta mantido sempre um suporte no hard rock'n'roll australiano da década de 70 e o punk rock ouvido aquando da sua primeira encarnação na Grã-Bretanha. Ainda com os elementos iniciais gravam e editam a expensas próprias um 7"Single EP intitulado "Rock nas Cadeias" que é editado em Junho de 2005 pelo selo espanhol Trueforce Records. Já com uma segunda formação em que o novo baterista não é senão José Serra, o veterano membro dos Aqui Del Rock, gravam em Dezembro de 2005 quatro novos temas para posterior edição em formato CDR intitulado "Solta a Cobra que há em Ti". Um dos temas gravados é "Há que Violentar o Sistema", um original dos pais do punk português, Aqui Del Rock. Curiosamente, para além da participação do já referido José Serra, a banda conta ainda com a colaboração pontual nos coros de Fernando Gonçalves, também membro fundador dos Aqui Del Rock. São registado ainda na mesma sessão dois outros temas emblemáticos, "Paulinho Cascavel" e "Teenage Kicks", este último uma cover dos The Undertones. Em 2008, com nova formação, gravam novas canções que serão incluídas num CD compilatório do projecto. Por esta altura, fazem parte da banda os seguintes elementos: Marion Cobretti (voz), Xico Smash (vozes, ex-Crise Total, The Sadists), Dr.Ray Ban (baixo), Zé Abutre (guitarra) e Agente Laranja (bateria).